Moncarapacho

HISTÓRIA | MONCARAPACHO

Moncarapacho, a mais antiga freguesia do concelho de Olhão, esteve adscrita a Santiago de Tavira, da qual foi separada em 13 de junho de 1471, por ordem do Bispo D. João de Melo no reinado de D. Afonso V. Era a única freguesia que existia entre Faro e Tavira. São duas as versões mais conhecidas para explicar a origem do topónimo de Moncarapacho. Uma delas diz que Moncarapacho tirou o seu nome do cerro de S. Miguel chamado Monte Escarpado, por ser alto, talhado a pique e sem mais pequeno declive. Diz-se que o primitivo povo ficou junto deste cerro e por isso denominava o povo de Monte Carapacho. A outra versão atribui ao facto de existir um monte habitado por uma mulher, que trabalhava em tecidos de empreita, chamados capachos, que mandava vender. Dizendo-se assim, no princípio Monte dos Capachos e mais tarde Montecarapacho e Moncarapacho. Elevada a Vila em 20 de junho de 1991 pela Assembleia da República, hoje é das mais importantes freguesias do Concelho de Olhão. Terra de gente afável e hospitaleira onde ainda se sente o peso das tradições, desde o artesanato ao carnaval, das vistas panorâmicas às festas tradicionais, em Moncarapacho, entre a serra e o mar, dá gosto viver aqui.

Parque de Campismo

parque-campismo

Regulamento do Parque

icn-pdf
Regulamento do Parque de Campismo

Preçário do Parque

Quem está ligado

Temos 40 visitantes e sem membros em linha